Primeira norma mundial sobre Destinos Turísticos Inteligentes

20131017_105052.jpg.jpg-320x316Foi recentemente constituída em Espanha a Subcomissão de Destinos Turísticos (SC5). Um grupo de trabalho integrado no Comité Técnico de Normalização AEN/CTN 178 de AENOR sobre Cidades Inteligentes criado em finais de 2012, por iniciativa da Secretaria de Estado das Telecomunicações e para a Sociedade de Informação do Ministério da Industria, Energia e Turismo espanhol e que tem como principal objectivo impulsionar, organizar e otimizar a implantação das cidades inteligentes em Espanha.

Na subcomissão, impulsionada pela Sociedade para a Gestão de Inovação e Tecnologias Turísticas (SEGITTUR), participam mais de 100 especialistas do sector e trata-se de uma representação exemplar de colaboração publico-privada.

Nesta subcomissão foram constituídos 5 grupos de trabalho que vão ter em conta aspectos como a sustentabilidade, inovação, tecnologia, acessibilidade e governo na normalização dos destinos turísticos inteligentes.

Trata-se da primeira iniciativa a nível mundial para elaborar uma norma de destinos turísticos inteligentes. As normas espanholas de Gestão da Inovação (UNE 166000) serão o ponto de partida nas linhas orientadoras desta subcomissão.

Desta forma, já são 7, as normas sobre cidades inteligentes que estão a ser trabalhadas pelo Comité AEN/CTN178. A esta última, de Destinos Turisticos Inteligentes, juntam-se as de Infraestruturas de Serviço Público; Impulso TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação); Convergência dos Sistemas de Gestão/Controlo; Sistemas Integrados; Acessibilidade Universal, Planeamento Urbano e Ordenamento do Território; e Guias de Especificações para Edifícios Públicos.
O desenvolvimento destes documentos vai cumprir os procedimentos habituais da atividade de Normalização.

DESCARREGAR DOCUMENTO (ESPANHOL)

Vitor Pereira

2 Comments on this post

  1. boa tarde

    venho pela presente manifestar o interesse em dedicar um espaço de informação à primeira norma mundial sobre destinos turisticos inteligentes, e quais as cidades Portuguesas em vias de certificação com esta norma.

    fico a aguardar

    com os melhores cumprimentos

    sergio dinis / Responder
    • Bom dia,
      Esta informação refere-se a Espanha. Em Portugal este tema ainda está num estado bastante embrionário, apesar de ser um dos objectivos da recém-criada Rede Smart Cities Portugal.
      Cumpirmentos,
      Vitor

      conteudo / (in reply to sergio dinis) Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*